Memorial da Devoção

Informativo

Memorial da Devoção

Inaugurado Museu de Cera Nossa Senhora Aparecida

O Santuário Nacional de Aparecida por meio de parceria com a empresa Rex Turismo inaugurou nesta terça-feira (22) o Museu de Cera Nossa Senhora Aparecida. A inauguração oficial do Museu teve início com a missa das 9h, presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis, concelebrada pelo Arcebispo eleito de Diamantina (MG), Dom Darci Nicioli, pelo reitor padre João Batista de Almeida, pelo ecônomo do Santuário, padre Daniel Antônio da Silva e diversos sacerdotes. A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades civis, militares, eclesiásticas e convidados homenageados nas estátuas de cera. Com a bênção do local e descerramento da placa, Dom Damasceno Assis cortou a fita de inauguração. Após a cerimônia os convidados puderam conhecer as 61 estátuas entre figuras de papas, bispos, padres, personalidades e políticos que colaboraram durante toda a história na consolidação da devoção a Nossa Senhora Aparecida. O ecônomo do Santuário, padre Daniel Antônio afirmou que com todos os cenários do museu os devotos conseguem contemplar toda a história de Nossa Senhora Aparecida. o sacerdote ainda acrescentou que em uma segunda fase o projeto ganhará um cinema 4D. “O devoto vem a Aparecida para praticar a sua fé, então na segunda fase deste projeto teremos o primeiro cinema da cidade de Aparecida”, afirmou.

Nas salas de cinemas os romeiros poderão acompanhar a história da Padroeira do Brasil em um filme de 20 minutos. Dentro da dinâmica do Museu de Cera novas peças ainda serão acrescentadas aos cenários. Retratado em uma estátua de cera ao lado da estátua do Papa Francisco, Dom Damasceno elogiou as esculturas. “Aqui está muito bem retratada a história e o crescimento da devoção a Nossa Senhora Aparecida. O romeiro encontra um espaço cultural, religioso que enriquece o passeio à Aparecida”, afirmou. Passeando pelos corredores repletos de efeitos sensoriais, os convidados puderam contemplar as peças que retratavam a aparição da imagem da Virgem nas águas do Rio Paraíba, os milagres atribuídos a santa, os acontecimentos mais recentes e uma galeria com estátuas dos devotos famosos que já passaram pela Casa da Mãe Aparecida. Ao ver sua estátua no museu, o astronauta brasileiro Marcos Pontes afirmou que se sente privilegiado em fazer parte da história. “Eu espero que os jovens que visitarem o museu pensem em quanto é importante a educação e estudar para alcançar o sucesso. É preciso acreditar que é possível superar os desafios. Espero que todos sejam inspirados pelas histórias contadas aqui”.




2016 - Memorial da Devoção | Aparecida/SP Caio Gonçalves